Vision Pro: a computação espacial e a evolução da interface

Com a chegada do Vision Pro, óculos VR da Apple, nossos olhos se voltam para onde o futuro dos gadgets está apontando. Já existem diversos óculos VR disponíveis mas a verdade é que a interface e o modo como iteragimos com ela não mudou muito até agora.

Mas, o que é interface?

Interface é o meio pela qual interagimos com os sistemas, são elementos que ligam fisicamente ou estabelecem a comunicação entre sistemas ou partes deles que não poderiam ser conectados diretamente

Elementos de interface do Vision OS no design espacial

A forma como interagimos com o digital

Desde os primeiros celulares com tela sensível ao toque, nosso modo de interagir com os sistemas tem sido cada vez mais fácil e direto. Ao tocar na tela você tem o controle de todos os elementos da interface. Antes disso, você precisava do intermédio de um mouse ou teclado para realizar qualquer tarefa.

A tecnologia segue avançando e estamos sendo introduzido à computação espacial. Uma nova forma de realizar tarefas e interagir com o sistema sem telas para tocar. A interface estará em seu ambiente real e responde ao movimento do seus olhos e ações das mãos.

Claro, você ainda precisa por um óculos ligeiramente grande e cheio de sensores sutilmente distribuidos.
Ok, os óculos de realidade aumentada (VR) não são novos, eles já estão há um bom tempo no mercado.
Mas lembre-se estamos falando aqui da evolução das interfaces.

Computação espacial: Interação com o ambiente real
Princípios de percepção do olho humano para adaptação do Design espacial

Familiaridade e conforto

Até então, controlar os óculos de VR exigiriam o smartphone ou acessórios de mão, como era o caso do Meta Quest (óculos VR da Meta).

Com o Vision Pro, óculos (VR) da Apple e a computação espacial, você não precisa de nenhum elemento extra. Reconhecendo o movimento de suas mãos e até o movimento dos olhos, que entende onde você está focando. Permitindo uma interface mais dinâmica e uma experiência de uso elegante.

Design imersivo

A interface está em seu ambiente para trazer novas formas de explorar conteúdo e imergir no digital. O limite 2D das telas é substituído pela profundidade dos objetos em mundo real. E claro, tudo é pensado para fornecer uma experiência intuitiva e confiante. A interface respeita alguns princípios básicos do ambiente como distância dos objetos, orientação, escala e volume.

Além de estar integrada à comandos de voz, movimento da cabeça e principalmente os movimentos e interferências do ambiente. Como quando alguém fala com você, por exemplo.

É o fim das telas?

Assim como as telas sensíveis ao toque não substituíram definitivamente os mouses e teclados, a computação espacial não vem com essa pretensão. Essa é uma nova possibilidade de interação que pode ser ideal para algumas tarefas mas para outras não. Então as novas soluções complementam umas as outras e coexistem.

Experiências imersivas em computação espacial como o Metaverso, são um mundo paralelo que você decide visitar quando quiser para fazer coisas legais sem a limitação do mundo real. É como ir ao cinema.

Estamos cada vez mais diminuindo a distância entre o mundo digital e o mundo físico. Agora a computação espacial eliminou as telas, futuramente eliminará também os óculos VR.

Apps do Vision OS – Vision Pro interface

Alguns recursos sobre Design espacial:

Share the Post:

Related Posts

Wallpapers do novo iPad Air e iPad Pro 2024

A Apple lançou os novos iPads no evento de 7 de maio, com upgrades no processador, telas e muito mais. Os wallpapers dos novos iPads levam o nome das linhas de cada produto, por exemplo, o wallpaper do iPad Pro é a palavra “pro” estilizada. Confira e baixa agor mesmo.

Read More

Este site usa cookies para aprimorar a navegação. Saiba mais sobre nossa Política de privacidade.

Entre na lista de espera da
mentoria com Leonardo Santtos